Porque, todo filme é bom, o que atrapalha é a crítica. Ou não?

terça-feira, 1 de março de 2011

Oscar 2011


Tem coisas que nunca mudam mesmo.
Como era de se esperar, quem era favorito levou a melhor nos prêmios principais do Oscar esse ano, e, fora alguns pontos de interrogação em categorias como fotografia, a cerimônia seguiu assim, sem muitas surpresas mesmo.
O prêmio principal ficou com ´O Discurso do Rei´, filme feito para ganhar o Oscar. É claro que todo aquele furor de ´A Rede Social´ ia passar um dia, e como esperado, a academia premiou quem achou que merecia. Minha torcida era pra ´Cisne Negro`, mas, tava na cara que só Natalie Portman levaria a estatueta pra casa, porque, como todo mundo sabe, a Academia só premia filmes com uma linguagem cinematográfica que segue a linha dos clássicos, a não ser que aconteça coisas como ´Quem quer ser um milionário´ e se torne um azarão. Como `Cisne Negro` não é filme que segue a linha azarão, está mais pra ser ´aquele que merecia, mas, não levou´, tipo ´Sangue Negro´. Mas, como eu disse aí em cima, ´O Discurso do Rei´ merecia mais que ´A Rede Social´ então, eu estou satisfeita.
Falando em Natalie Portman, ora, quando Jeff Bridges começou a discursar sobre as características artísticas de cada indicada, era nítida a emoção de Natalie Portman e a falta de confiança das outras indicadas, sobretudo Michelle Willians. Era o ano da Rainha Amidala, não tinha jeito!
Já a Miss Simpatia, Sandra Bulock que eu adoro, sobretudo não tem lá grandes performances na tela, incluindo a que lhe rendeu o Oscar ano passado, tentou tratar os candidatos a melhor ator com dignidade, mas, quando Colin Firth apareceu na tela chorando na pele do Rei gago, tava nítido que não tinha pra mais ninguém. Contido como um lord inglês (porém, visivelmente comovido), Colin esboçou poucos sorrisos no discurso de agradecimento e estava lindo e elegante como ninguém. A minha torcida era pra ele.
´O Vencedor´ e seus atores coadjuvantes dignos do grande prêmio, Melissa Leo inclusive, irreconhecível. Não achei que ela levaria, mas, foi merecido. Christian Bale e seu problemático e esquálido boxeador decadente... justiça foi feita!
Eu já esperava que ´A Origem´ levaria todas as categorias técnicas, mas, fotografia foi meio forçado, não? Uma vez que toda a realidade/sonho do filme tem mais de computação gráfica e efeitos especiais que fotografia em si.
O prêmio de melhor direção me deixou surpresa! Achei de David Fincher levaria fácil, mas, como eu disse, ´A Rede Social´ perdeu um pouco da sua força com o passar do tempo, e como a minha torcida era pra Aronovski, deixa pra lá. Era o ano da realeza britânica, mesmo.
O casal de apresentadores foram um caso à parte, néam? Anne Hathaway visivelmente empolgada, balançando as franjas do vestido e tudo mais e James Franco blasé, até na hora de falar do seu filme ´127 horas´. Foi péssimo!
As canções indicadas ao prêmio e suas interpretações foram um show à parte, com uma certa vergonha alheia de Gwyneth Paltrow e Mandy Moore, mas, foi tão bonitinho ver Randy Newman ao piano cantando o tema de ´Toy Story 3´, néam?
No mais, muita enchessão de linguiça como sempre, Nicole Kidman cada vez mais gasparzinho, Halle Berry linda de morrer e Amy Adams com cabelo e vestido cafona, e a academia insistindo em ser democrática, mas, acaba ficando em cima do muro, premiando ´O Discurso do Rei´ como melhor filme e ignorando sua fotografia e figurino. Dando a estatueta para de melhor atriz para Natalie Portman e ignorando Aronofsky totalmente. Premiando dois ótimos atores coadjuvantes e considerando ´O Vencedor´ como, apenas um filme sobre boxe.
É uma pena.
.
.
.
Nosso bolão de última hora ficou assim:
*Melhor filme:
A Rede Social - 3 votos
O Discurso do Rei - 2 votos
Cisne Negro - 1 voto
*Diretor:
Darren Aronofsky - 2 votos
David Fincher - 2 votos
Tom Hooper - 1 voto
*Ator:
Colin Firth - 6 votos
*Atriz:
Natalie Portman - 6 votos
*Atriz coadjuvante:
Amy Adams - 2 votos
Haillee Steinfeld - 2 votos
Melissa Leo - 1 voto
*Ator Coadjuvante:
Christian Bale - 5 votos
*Melhor longa animado:
Toy Story 3 - 5 votos
Como treinar seu dragão - 1 voto
*Curta de animação:
Day & Night - 4 votos
*Filme estrangeiro:
Em um mundo melhor - 3 votos
Dente Canino - 2 votos
*Direção de arte:
A Origem - 2 votos
Alice - 2 votos
O Discurso do Rei - 1 voto
*Melhor Figurino:
Alice - 2 votos
O Discurso do Rei - 1 voto
*Melhor Fotografia:
A Origem - 1 voto
Bravura Indômita - 2 votos
*Melhor montagem:
A Rede Social - 2 votos
Cisne Negro - 1 voto
*Roteiro Original:
A Origem - 2 votos
O Discurso do Rei - 1 voto
*Roteiro Adpatado:
A Rede Social - 3 votos
*Mixagem de som:
A Origem - 2 votos
A rede Social - 1 voto
*Efeitos especiais/Edição de som
A Origem - 3 votos
*Maquiagem:
O Lobisomen - 3 votos
*Canção Original:
If I Rise - 127 horas - 2 votos
I see the light - Enrolados - 1 voto

Um comentário:

cinefilapornatureza disse...

Não dá para reclamar da vitória esperada de "O Discurso do Rei", mas podemos criticar negativamente o James Franco (a Anne Hathaway segurou o show sozinha) e a vitória do Tom Hooper. Por outro lado, podemos celebrar o merecimento dos triunfos de Natalie Portman e de "A Origem" nas suas quatro categorias.