Porque, todo filme é bom, o que atrapalha é a crítica. Ou não?

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Curtas

Zona Verde (Green Zone/2010)



Colado no sucesso de Jason Bourne (citado inclusive na capa do DVD para arrebanhar expectadores, nem precisava), Zona Verde conta a história do soldado americano Roy Miller (Matt Damon) no Iraque, que, cansado de procurar as chamadas ADM´s (armas de destruição em massa) nos lugares errados, se vê diante de um cenário de destruição injustificado, onde o governo americano tenta a todo custo ´reerguer´ o país em cima de mentiras. Obviamente, Roy vai atrás da verdade, e o que se vê são excelentes sequências de ação dignas da trilogia Bourne e ótimas atuações. E eu não sei porque não vi esse filme no cinema, adoro Matt Damon e Greg Kinnear!

Atirador (Shooter/2007)




Eu não sei quanto a vocês, mas, eu acho o Mark Wahlberg bastante subestimado. Pra mim, ele merecia algo mais em Hollywood, enfim...
Atirador, é um filme que já esteve aqui em casa várias vezes e eu muitas vezes entreguei sem assistir. Sorte?
No triller de ação, Wahlberg é um atirador de elite que é abandonado em campo pela sua equipe no meio de uma missão na África. O observador, seu melhor amigo e companheiro morre durante a missão e Wahlberg abandona o exército para se dedicar à vida pacata nas montanhas. É quando mais uma vez, Tio Sam precisa dos seu préstimos como soldado para impedir que o presidente dos Estados Unidos seja assasinado. Mas, olha, seu país novamente o trai e ele se torna alvo das agências do governo: CIA e FBI como suposto executor do atentado, e é aí que Wahlberg surge como o Chuck Norris do Século 21 e sai à caça do inimigo para provar sua inocência e claro, fazer justiça com as próprias mãos.
Com atuações dignas de Wahlberg e Danny Glover, o filme segue o ritmo frenético dos filmes de ação, mas, infelizmente deixa a desejar no roteiro de cartas marcadas e na quantidade de explicações óbvias. Mas, serve de entretenimento, principalmente naqueles dias que você está a fim de ver um filme ´explode tudo`, sem contar, é claro, que Mark Wahlberg é sempre um motivo digno para ficar diante da tela.

5 comentários:

cinefilapornatureza disse...

Só assisti "Atirador", o qual é um filme completamente ABSURDO!!!! Roteiro horroroso, mas com sólidas cenas de ação.

pseudo-autor disse...

Atirador é passável, mesmo com o Wahlberg fazendo a única coisa que sabe: filmes de ação. Já Zona Verde eu gostei muito e segue a linha de filmes como Syriana (do qual Damon também participou) em querer mostrar o quanto é podre a terra do Tio Sam e suas sucessivas mentiras para manter o poder.

Cultura na web:
http://culturaexmachina.blogspot.com

Rafael Carvalho disse...

Fabiana, acho que Zona Verde reúne as melhores qualidades do Greengrass, tanto o domínio em tratar temas políticos, como fez no maravilhoso Voo 93, como o talento para filmar açao, visto nos dois últimos Bourne. Acho Zona Verde bem bom, bastante instigante.

Já o Atirador é bastante esquecível, embora tenha me rendido bons momentos quando assisti.

Rafael Moreira disse...

Não tenho vontade de ver O Atirador. Quanto a Zona Verde, tentei duas vezes e dormi, então eu desisti! Beijo!

sofia martínez disse...

Ou Atirador é muito bom, vale a pena. Eu me senti um pouco estranho o tema deste filme e eu encorajo-vos a vê-lo, porque eu vi um filme na HBO tema semelhante, seu nome é “American Sniper”, altamente recomendado. Voltando a esta história crer na verdade para pendurar obras muito bem momentos especialmente severamente tensas de ação.