Porque, todo filme é bom, o que atrapalha é a crítica. Ou não?

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A Lenda do tesouro perdido - O livro dos segredos



Quando assisti ao primeiro filme da série ‘A lenda do tesouro perdido’, não me empolguei muito. Muito pelo fato de ter vindo na cola de filmes como ‘A Múmia’ e também por tentar explorar a mesma fonte dos filmes do Indiana Jones. Naquela época, já era por demais bizarro imaginar um Nicolas Cage como um super-herói dos quadrinhos (aka Superman), daí a minha má vontade com o tipo aventureiro que ele encarnou no primeiro filme. Talvez por isso, eu não tenha conferido a seqüência do filme nos cinemas este ano, e optei por esperar o DVD.
A lenda do tesouro perdido – O livro dos segredos, ainda conta com os protagonistas do primeiro filme, encabeçado pelo caçador de tesouros Ben Gates (Cage), seu pai Patrick Gates (Jon Voight), o amigo engraçadinho Riley Poole (Justin Bartha) e a até então ex-esposa de Ben, Abigail Chase (Diane Kruger). O quarteto, dessa vez sai à caça de uma página perdida do diário de John Wilkes Booth, que coloca o ancestral da família Gates como um dos homens responsáveis pela morte do ex-presidente americano Abraham Lincoln. Determinado a provar a inocência de sua família, Ben viaja pelo mundo atrás de pistas que o faz realizar façanhas como entrar no aposento real do palácio de Buckham e no salão oval da Casa Branca.
A lenda do tesouro perdido – O livro dos segredos, vem na contramão do primeiro filme (que é bem cansativo) e pode ser uma agradável surpresa para o público que está atrás de um bom filme de aventura.
Nicolas Cage está mais à vontade no papel e mesmo as tiradas típicas desse tipo de filme, arranca umas boas risadas.
O elenco de apoio está mais afinado e junta-se a eles a mãe de Gates vivida por Helen Mirren, que é ‘satisfação garantida ou seu dinheiro de volta’ em qualquer produção.
Talvez eu tenha me arrependido de não ter visto o filme na tela grande, mas é que, no ano em que voltou às telas o grande herói inspirador dos filmes de aventura Sir. Indiana Jones, é compreensível que A lenda do tesouro perdido passasse batido, néam?

Trailer aqui.

4 comentários:

Anderson Siqueira disse...

Achei fraquíssimo. E olha que gostei do primeiro.

cinefilapornatureza disse...

Eu gostei do primeiro filme e acho que esta continuação consegue manter o nível. É divertida e tem uma trama que casa com aquilo que eles queriam fazer.

cinevita disse...

O maior problema desse filme é o excessivo patriotismo, casado à uma convencionalidade assustadora. A história até diverte, mas se prolonga demais e chega a um ponto onde a overdose de patriotismo irrita.

Daria 2 estrelas.

Ciao!

Red Dust disse...

Gostei imenso do primeiro filme, mas esta continuação deixa-me um rasto de desilusão. É uma aventura mal articulada. Não deixa saudades.

Fica bem!!!!!