Porque, todo filme é bom, o que atrapalha é a crítica. Ou não?

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Coisas que perdemos pelo caminho



Nem sempre vemos retratado nas telas, o tema: morte e aceitação de uma maneira honesta. Na maioria das vezes a coisa desanda para o melodrama barato. Mas, em 'Coisas que perdemos pelo caminho' (Things We Lost in the Fire /EUA/Inglaterra/2007), a diretora Susanne Bier consegue fazer com que o expectador não solte uma lágrima sequer diante da tela, mas ainda assim seja tocado pelo drama vivido pelos personagens.
Audrey Burke (Halle Berry) é casada com Brian (David Duchovny), um bem sucedido construtor que é morto repentinamente após uma discussão em um estacionamento. Desnorteada com a morte do marido, Audrey recorre a Jerry Sunborne (Benicio Del Toro), um amigo de infância de Brian que é viciado em drogas. Juntos, Audrey e Jerry vão tentar preencher o vazio deixado pelo marido amoroso de Audrey e o amigo dedicado de Jerry.
Entre as coisas perdidas pelo caminho do título do filme, estão as coisas que compartilhavam com o falecido Brian, momentos que não tem mais volta, que tanto Audrey e seus dois filhos quanto Jerry terão de encarar.
Como eu já disse, é um filme honesto que nos brinda com excelentes atuações e uma direção que demonstra o jeito particular da diretora de retratar as reações dos personagens, como focalizar a câmera nos olhos de Benicio Del Toro e Halle Berry naqueles momentos em que há ausência de diálogo, mas, uma expressão no olhar já diz tudo.

Trailer:

3 comentários:

Alexandre disse...

Hum, parece ser interessante. Do tipo de drama que eu gosto, sem muitas firulas.

Cecilia disse...

Não vi, mais pela birra que tenho pela Halle Berry. Ainda não engulo aquele Oscar. Prossigo acreditando que ela só ganhou porque conseguiu fingir orgasmo com o Billy Bob Thorton. Mas pelo Benicio, acho digno.

Vamos ver se com esse filme eu respeito a dona Berry.

Quéroul disse...

eu acho um título tão bonito...
mas Del Toro e Berry numa mesma película é quase tão desgraceira qto Adam Sandler sozinho...:P