Porque, todo filme é bom, o que atrapalha é a crítica. Ou não?

quarta-feira, 15 de abril de 2009

O casamento de Rachel



O diretor Jonathan Demme (de Silêncio dos Inocentes e Filadélfia) traz um olhar documentarista para o ritual das cerimônias de casamento americanas. Pelo menos, as primeiras cenas de 'O casamento de Rachel' (Rachel Getting Married/EUA/2008) com todos os preparativos para a cerimônia de casamento da irmã mais velha da problemática Kim (Anne Hathaway) faz o público pensar assim. Mas, o que se vê, ao longo do filme é que o tal casamento do título é apenas um pano de fundo para questões familiares complexas. E essa é a grande sacada do diretor.
Quando Kim sai da clínica de reabilitação diretamente para o casamento da irmã Rachel (Rosemarie DeWitt, ótima), o caos se instala. Mas, não pense em recaídas e Kim estragando o grande momento da irmã, porque, o filme não se trata disso. O simples fato da presença de Kim entre a família, traz à tona as feridas não cicatrizadas de um histórico de dependência química e uma tragédia familiar. Da irmã que se sente em segundo plano até o divórcio dos pais e cada um seguindo a sua vida, tudo vem à tona em sequências que explodem na tela.
A opção de Jonathan Demme em filmar tudo como se fosse um observador passivo, faz com que o público se sinta parte dos convidados da festa louca de Rachel. Não que isso seja um feito, mas, imprime um ar mais leve ao turbilhão dramático que toma conta da história.
No mais, o trio Anne Hathaway, Rosemarie Dewitt e Debra Winger estão primorosas nas cenas mais fortes do filme, dando um tapa na cara do expectador.
Esse olhar reflexivo sobre a família, a questão social (preconceito? Onde?) e a vida, fazem de 'O casamento de Rachel' um filme imperdível!

Trailer:

7 comentários:

Garota no hall disse...

Vi esse filme na mostra de cinema ano passado e gostei bastante.

Cecilia disse...

Achei fantástico esse filme, e concordo com tudo que você disse. Anne Hathaway está sensacional, me surpreendeu bastante. Achei mais bacana ainda o fato do filme ter terminado sem dar uma resolução exata, sendo claro que não será em três dias que tudo será solucionado nessa família. Lindo, emocionante!

Em tempo: muuuita vontade de ir num casamento como esse, não? :P

Robson Saldanha disse...

Quero ver... o problema é tempo!

Robson Saldanha disse...

Quero ver... o problema é tempo!

Confeiteira Sonhadora disse...

Adorei o seu blog menina....vi você lá na página da cvecilia.... vou te linkar ok

Beijinhos

Amo muito todos esses filmes que você vita no post sobre os romances que mudaram a sua vida parte 2....quero muito ler a parte 1 dessa história....

bom final de semana


Amo cinema e estou louca para ver o casamento de Rachel...Adoro a Anna hateway

cinevita disse...

Adorei a simplicidade e a riqueza esplêndida deste filme. Muito digno. Dou a mesma nota.

Ah, e na sua ótima lista abaixo faltou apenas Brilho Eterno. =D

Ciao!

Fabrício disse...

tenho muita curiosidade de ver esse filme, que foi denominado de a volta de Demme.